Chakras (centros energéticos)

25 06 2011

O que algumas pessoas ainda não sabem é que o todo o trabalho do Yoga, mais especificamente do Hatha Yoga está diretamente associado ao sistema de chakras. Chakra significa roda, disco ou círculo e esses significados correspondem exatamente ao formato circular dos chakras. São centros energéticos de captação, armazenamento e distribuição de energia vital (prána) no corpo.

Existem milhares de chakras de tamanhos pequenos, médios e grandes em todo o corpo, o trabalho do Yoga está centrado somente nos sete principais chakras que estão localizados ao longo da coluna vertebral e no topo da cabeça.

Cada chakra tem suas características específicas, tais como: formato, som semente (bíja mantra), número de pétalas (que simbolizam as nádís, canais sutis por onde prána no corpo sutil), elementos da natureza, cor, localização, etc.

Uma forma de ativação dos chakras é obtida através da pratica de japa (repetição) de bíja mantra, são “sons sementes” que ativam os chakras e as suas nádís.

Cada nádí (pétala) que parte de cada chakra também possui um som especifico e o bíja mantra atua como uma fórmula sonora que ativa simultaneamente as nádís de cada chakra. Ao emitirmos, por exemplo, o bija mantra “Vam”, estamos vocalizando ao mesmo tempo as silabas bam, bham, mam, yam, ram e lam. Estes seis sons fazem parte do corpo sonoro no bíja mantra “Vam”, som de ativação do swádhisthana chakra.

Bíja mantra é simplesmente um fenômeno físico, exatamente como o sistema de harmônicos na música. Uma nota musical é formada por vários harmônicos, toda a forma de som tem uma origem ou estrutura fundamental e os harmônicos nada mais são do que uma estrutura ou corpo sonoro vibrante que oscila com freqüências múltiplas inteiras em relação à freqüência original, ou seja, são vários sons tocados simultaneamente, mas o ouvido humano percebe todos estes sons como sendo um só.

Em três dos sete principais chakras existem “dispositivos de segurança” denominados granthis. Granthi significa nó e estes nós impedirá que a energia da kundaliní ascenda de forma desordenada pelo interior da sushumna nádí. Se a estrutura sutil do praticante ainda não preparada para receber a elevação da shaktí kundaliní pela principal nádí do yogin (sushumna nádí), essa energia esbarrará neste nó e não se elevará, preservando assim as estruturas físicas, psíquicas, emocionais e energéticas do praticante.

Tudo tem à sua hora e seu momento, devemos buscar uma dissolução lenta e gradual destes nós. Lembre sempre que o sádhana diligente é a ferramenta mais poderosa que o praticante possui e é exatamente essa prática constante que faz a purificação efetiva do corpo e por conseqüência, a dissolução destes nós.

Dissolução é algo que vem se diluindo aos poucos, diferentemente de rompimento. Romper está associado à força e até o sofrimento, por isso a idéia é de dissolver e não romper com granthis

Os três granthis são:

Brahmá granthi– localizado no muládhára chakra

Vishnu granthi– localizado no anáhata chakra

Rudrá granthi– localizado no ájña chakra

Chakras:

Múládhára chakra

– múládhára significa “apoio da raiz”, múlá significa raiz e adhara, suporte ou apoio.

– localizado na base da coluna, no períneo (entre o ânus e órgãos genitais) e se origina na região sacra

– representados por 4 pétalas

– bíja mantra: lam

– atua nas glândulas supra-renais

– hormônio: adrenalina e noradrenalina- elemento (tattwa): terra (prithivi)

– forma geométrica do elemento: quadrado

– Brahma granthi: nó de Brahma

– faculdade sensorial: olfato

 

Swádhisthána chakra

-swádhisthana significa o “fundamento de si próprio”. Swá significa “seu, próprio” e swádhisthana significa “base, fundamento”

– localizado na acima dos órgãos sexuais (abaixo do umbigo) e se origina na região coccínea

– representados por 6 pétalas

– bíja mantra: vam

– atua nas gônadas (testículos e ovários)

– hormônio: estrogênio e testosterona.

– elemento (tattwa): água (apas)

– forma geométrica do elemento: meia lua

– faculdade sensorial: paladar

 

Manipura chakra

– manipura significa “cidade da jóia”. Mani significa “jóia” e pura significa

“cidade” ou “fortaleza”

– localizado acima do umbigo e se origina na região lombar

– representados por 10 pétalas

– bíja mantra: ram

– atua no pâncreas

– hormônio: insulina

– elemento (tattwa): fogo (agni)

– forma geométrica do elemento: triângulo

– faculdade sensorial: visão

 

Anáhata chakra

– significa literalmente “o som não produzido”. Alude ao som do coração que simplesmente acontece ao longo da vida

– localizado no centro do peito, no coração e se origina na região dorsal

– representados por 12 pétalas

– bíja mantra: yam

– atua na glândula timo

– hormônio: timosina

– elemento (tattwa): ar (váyu)

– forma geométrica do elemento: estrela de seis pontas

– Vishnu granthi: nó de Vishnu- faculdade sensorial: tato

 

Vishuddha chakra

– vishddha significa “puro”, também chamado de vishuddhi, “pureza”

– localizado na região da garganta e se origina na região cervical

– representados por 16 pétalas

– atua nas glândulas tireóide e paratireóide

– hormônio: tiroxina- bíja mantra: ham

-elemento (tattwa): éter (akásha)

– forma geométrica do elemento: círculo

– faculdade sensorial: audição

 

Ájña chakra

– ájña significa “comando”

– localizado entre as sobrancelhas se origina na região craniana frontal

– representados por 2 pétalas

– bíja mantra: om

– atua na glândula hipófise

– hormônio: pituitári

– elemento (tattwa): sem

– forma geométrica do elemento: sem forma

– Rudra granthi: nó de Rudra

-faculdade sensorial: estimula todos os sentido e siddhis

 

Sahásrara chakra

– Sahásrara significa o chakra “de mil pétalas”. Sahásra significa “mil” e ara significa “pétala”

– localizado no topo da cabeça e se origina na região craniana coronária

– representados simbolicamente por 1000 pétalas

– bíja mantra: om

– atua na glândula pineal

– hormônio: serotonina

– elemento (tattwa): sem

– forma geométrica do elemento: sem forma

– faculdade sensorial: sem

Shivaya om – mahadeva (daniel nodari)



Ações

Information

6 responses

31 07 2011
arthuramorim

Parabéns pelo blog! Muito bom está me ajudando muito nas minhas pesquisas.

31 07 2011
yogashamkara

olá Arthur, bom ouvir esse feedback, pois assim como muitos blogs e sites já me ajudaram nas minhas pesquisas ao longo dos meus quase 10 anos de yoga, fico feliz em saber que agora estou podendo retribuir em outras pesquisas. om naham shivaya – Daniel Mahadeva

1 08 2011
arthuramorim

Olá Daniel.
Fico feliz de participar de alguma forma. Gostaria de aproveitar a deixa para dar uma sugestão (eufemismo de pedir) de um post dedicado a pranaymas na mesma linha que você faz dos ásanas e esses dos chakras que são muito bons e elucidativos.
Mais uma vez parabéns pelo blog e obrigado por compartilhar o conhecimento

3 08 2011
yogashamkara

Shivaya Om Arthur !!

Em breve mesmo estarei postando textos sobre pranayamas, já tenho vários por aqui escritos mas que ainda tenho que dar uma revisada neles, mas com certeza em breve colocarei esses swaras para fora🙂. valeu pela sugestão amigo e fique sempre a vontade em relação a dúvidas e sugestões.

om namah shivaya, daniel mahadev – abraçom

11 02 2012
Max

obrigado !!! esclareceu varias coisas para mim…

13 02 2012
yogashamkara

olá Max, grato pela sua participação, qualquer outra dúvida que tiveres, e que puder esclarecer, fico a disposição. om shanti

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: