ॐ Svadhyaya (estudo sobre si) e o ato de julgar

16 04 2012

Vamos escolher apenas uma atitude que praticamente tomamos todos os dias e vamos ver uma forma de aplicar o niyama svadhyaya, estudo sobre si. Yama e niyama são de vista éticos definidos pelo sábio Patanjali e expostos obra Yoga Sutra, são as reais bases para a nossa caminhada na senda do Yoga.

O julgamento alheio é um dos melhores caminhos para auto observação. Julgamos alguém apenas baseamos nas próprias concepções de vida e escolhas que tomamos. Afirmar que alguém está tomando atitudes “erradas” é apenas o ato de perceber que o outro está demonstrando quais são os seus próprios valores.

Não estamos falando sobre a ética das ações, pois isso seria outro ponto a ser avaliado, estamos tentando demonstrar que normalmente fazemos isso baseado em atitudes que estão em contextos ético/social e que são aceitos por todos na sociedade. Portanto, dizer que alguém está “errado” não significa que este alguém esta quebrando as regras da sociedade.

Sendo assim, julgar é acima de tudo o ato de “não gostar” de algo que o outro fez, simples. Julgamos também quando o outro faz ou fala algo sobre você, assim fica fácil perceber o quanto seu ego se ofende com facilidade.

Mas por que julgar o outro pelas suas próprias atitudes? Devemos ter em mente que se alguém age de determinada maneira é devido as suas experiências de vida e que tais experiências são apenas os motores das ações. Ao invés de julgar o outro, pense em desenvolver a própria tolerância e o respeito alheio, pois assim como você julga o outro pelas próprias suas atitudes o outro também pode julgar você pelas suas próprias atitudes. E se alguém julgar você, você poderia a partir de agora se perguntar: será que eu realmente estou errado ou é apenas a outra pessoa que não gosta das minhas atitudes? A segunda resposta com certeza será a escolhida por você, pois assim como você não se sente errando, o outro também não se sente errando nas suas ações. Inverta os papéis e se posicione o papel do outro. O seu ego não admitirá que você esta errando e muito menos se isso vier de um julgamento alheio.

São os karmas passados e atuais que nos fazem agir. Troque o próximo julgamento pela observação da própria tolerância. Troque o próximo julgamento pela observação dos seus próprios padrões mentais. Transforme os seus simples julgamentos no niyama svadhyaya, estudo sobre si. Veja mais sobre este niyama em: https://yogashamkara.wordpress.com/2010/05/07/svadhyaya-auto-estudo/ . Se começarmos a pensar dessa maneira estamos realmente aplicando de forma bem direta a prática do Yoga em nossa vida diária. O Yoga não fica na esfera das posturas (asanas), conquistar excelentes asanas não é Yoga.

Tente, antes da próxima vez que for julgar, refletir sobre a ação alheia e aprenda a tolerar a si próprio. Tente não deixar que o seu ego rapidamente levante escudos em relação à atitude alheia. Se da próxima vez você se ofender com uma atitude alheia, observe se você realmente não é assim como a outra pessoa está lhe dizendo. Desarme-se e aplique esta forma de auto estudo (shadhyaya). A atitude alheia também pode ser uma forma direta de você aprender e aceitar a si próprio. Julgue menos, tolere mais, aprenda mais sobre si com o outro, confie, entregue, respire profundo e seja mais feliz.

abraços Daniel Nodari Mahadeva – https://yogashamkara.wordpress.com


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: