ॐ Tipos de respiração no Yoga

17 08 2012

Para uma respiração ser plena ou completa, devemos observar a movimentação de três grandes grupos musculares: abdominais, intercostais e peitorais. Chamamos esses grupos musculares, respectivamente, de respiração baixa, média e alta.

Adhama: respiração baixa ou abdominal. Ao inspirar projete bem o abdômen para fora e ao exalar contraia os músculos do abdômen para dentro. Corresponde cerca de 60% da capacidade de todo o nosso potencial respiratório. Chamamos Adhama Prāṇāyāma de respiração baixa.

Madhyama: envolve a região lateral das costelas. Os grupos musculares intercostais são direcionados para os lados na inspiração e voltam ao natural na exalação. Corresponde cerca de 30% da capacidade de todo o nosso potencial respiratório. Chamamos Madhyama Prāṇāyāma de respiração média.

Uttama – parte alta do peito envolvendo os músculos da região sub-clavicular, região alta do peito. Ao inspirar eleve a parte alta do peito e ao exalar descontraia os músculos que foram elevados na inspiração. Corresponde cerca de 10% da capacidade de todo o nosso potencial respiratório. Chamamos Uttama Prāṇāyāma de respiração alta.

Prāa Kriyā Prāāyāma ou respiração completa: envolve os três grupos musculares: abdominal, intercostal e sub-clavicular. Aos inspirarmos devemos observar a movimentação muscular de baixo para cima, ou seja, do abdômen, intercostais e parte alta do peito. Ao exalarmos, devemos observar a movimentação muscular de cima para baixa, ou seja, primeiro soltando o ar da parte, média e baixa.

Você pode inicialmente treinar a conscientização da respiração completa estando em shavasana. Deitado, coloque uma das mãos no abdômen e a outra no peito. Ao inspirar sinta primeiro os músculos abdominais de elevando, depois sinta os músculos das costelas de expandindo lateralmente e por último sinta a região peitoral se elevando. Tudo isso ao longo de uma inspiração. Para exalar faça tudo exatamente ao contrário. Solte o ar e sinto primeiro o relaxamento dos músculos peitorais, depois intercostais e por último os abdominais.

Se for difícil sentir a região intercostal, coloque uma das mãos no abdômen e a outra nas costelas, principalmente na região lateral para sentir a movimentação lateral dos músculos e faça o mesmo processo respiratório, inspire de baixo para cima e exale de cima para baixo.

boas respirações🙂 daniel nodari mahadev  https://yogashamkara.wordpress.com/


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: