ॐ Japa: repetição de mantra

14 03 2012

Japa é a prática de repetição de um mantra. Este tipo de prática é uma forma muita rápida de retirar da mente a agitação ou preocupações e nos trazer de volta para um estado de maior tranqüilidade.

A mente, em estado rajasico, é uma mente agitada e é assim que ela fica presa na sua própria turbulência. Em casos de preocupação ou dúvidas sobre algum assunto, a mente fica girando compulsivamente no mesmo assunto, fazendo com que as preocupação ganhem proporções gigantescas. Isso pode nos causar estresse mental, insônias e outras qualidades nada positivas para a nossa saúde. Japa é muito eficaz para tirar a mente deste estado rajasico.

A prática de japa também é muito eficaz em muitos aspectos: reduz a agitação mental, retira ansiedade, remove aflição, dissipa as dúvidas e traz os estados de serenidade. Isso acontece porque a mente, quando começa a repetir um mantra, sai do seu foco habitual que são os pensamentos desordenados.  A mente em prática de japa mantra absorve toda a energia intrínseca do mantra repetido.

Normalmente, a mente pensa desordenadamente, um pensamento se associa ao outro e quando menos esperamos estamos completamente distantes do que estávamos pensando inicialmente, isso acontece pois esta é a própria natureza da mente agir assim. Com a prática de japa, damos um sentido e ordem a cada pensamento, sabemos qual será o próximo pensamento e também qual é a natureza do próximo pensamento.

Quando pensamos, agimos, lemos, falamos com pessoas etc, estamos colocamos para dentro do nosso ser todas as energias contidas nessas ações. Os corpos físico, mental, emocional, energético e espiritual recebem o prána das ações, assim todos os corpos vibram na freqüência do que foi feito.  Se você pensar ou falar com pessoas que não vibrem na sua freqüência, você estará recebendo todo um campo energético diferente ao seu e com isso pode você poderá ter pensamentos, atitudes e ações que não condizem a você. E assim por diante.

Quando isso acontecer e você perceber que os seus pensamentos, atitudes e ações não são as da essência do seu ser, reflita no que acontecendo ao seu redor. A repetição do mantra (Japa) nos ajuda muito nesse processo de reflexão pois acalma e assim voltamos a percebem novamente a essência do próprio ser. Por isso é indicado usar os mantras dos Devas, pois eles possuem muita força para limpar a mente

Repetir um mantra uma vez por semana ou por mês e esperar que tudo se resolva momentaneamente é ilusão. Repita com fé, seja o tempo que for e por quanto tempo precisar. Este tipo de prática promove efeitos muito rápidos, mas deve ser mantida a fé e a freqüência da prática.

Japa por ser usado na meditação em si ou com prática de redução da agitação mental, pois ela reabre os caminhos da mente e direciona o ser para o seu estado de paz.

Alguns mantras que pode ser usados para a prática de Japa

OM GAM GANAPATAYE NAMAH:

Mantra de Ganesha: àquele que remove os obstáculos e abre os caminhos

OM SRI HANUMATE NAMAH

Hanuma, o Deus macaco, é o arquétipo de devoção perfeita e do amor incondicional.

OM SRI RAMAYA NAMAH

Mantra de Rama: mantra para se manter na dharma (se manter nas leis cósmicas e humanas), na perfeição e nas responsabilidades.

OM SRI DURGAYA NAMAH ou OM DUM DURGAYA NAMAH

Mantra de Durga; é a representação da força, de shakti, representa proteção e benfeitorias.

OM NAMAH SHIVAYA

Mantra de Shiva, o arquétipo do meditador perfeito. Shiva possui as energias para destruir as nossas energias negativas e transformar em prana positivo.

OM NAMO NARAYANAYA:

Mantra de Narayana: é na essência o mantra de paz.

OM GUM GURUBHYO NAMAH

Mantra do Guru. Mantra para pedir conhecimento e força aos mestres espirituais.

e também repetir mantras maiores:

SRI RAMA RAMA RAMETI, RAME RAME MANORAME

SAHASRANAMA TATTUKAIM, RAMA NAMA VARANANE

Mantra de Rama que ajuda a compensar o tempo perdido com coisas ociosas ou em conversas fúteis.

HARE KRISHNAHARE KRISHNA,

KRISHNA KRISHNA, HARE HARE,

HARE RAMAHARE RAMA,

RAMA RAMAHARE HARE.

Mantra de Krishna: mantra para libertação e força mental.

OM TRYAMBAKAM YAJAMAHE
SUGANDHIM PUSHTIVARDHANAM
URVARUKAMIVA BANDHANAN
MRITYOR MUKSHIYA MAAMRITAT

Mantra de Shiva para evita as enfermidades, protege de acidentes, purificação do Karma e liberação do Ser.

Esses foram alguns exemplos de mantras que podemos usar para a prática de Japa, uma boa prática pode ter o tempo de 20 a 30 minutos, com esse tempo a mente absorve intensamente as qualidades do mantra repetido e com certeza você se re-estabelece no estado de Paz. Você pode repetir o mantra de forma falada, sussurrada ou mental, as três formas possuem grande força.

OM, Paz e Bem, Daniel Nodari

Versão em Inglês:  Japa: repetition of mantra

Texto de Daniel Nodari Mahādeva – yogashamkara@gmail.com – (51) 9186.1617
YOGA EM CACHOEIRINHA / RS  https://yogashamkara.wordpress.com/

 

Anúncios




ॐ Shubh Labh Mantra

20 09 2011

Shubh Labh (ou Shubha Labha) mantra é um mantra para Ganesh, a energia deste som visa trazer a prosperidade em vários aspectos das nossas vidas. Este mantra, assim como muitos, usa inicialmente a força do bija mantra do Deva, no caso de Ganesh é o bija mantra é  “Gam”. Bija mantra (som semente) é uma sílaba na qual a recitação evoca as qualidades intrínsecas dos devas ou devis (deidades masculinas ou femininas). Nas palavras saubhaagya Ganapataye pedimos boa sorte ou boa fortuna para Ganapati. Ganapati é um outro nome de Ganesh. Benção e realizações (varvarda) para a vida no agora e nos tempos futuros (sarvajanm men). Reverenciamos Ganesh (namah) para que proteja a nossa vida com saúde e felicidade (vashamaanya). O outro mantra de Ganesh “OM Gam Ganapataye namah” também é outra forma de pedir proteção à Ganapati Dev.

Tradução: Reverenciamos Sri Ganesha e pedimos boa fortuna, proteção, saúde e felicidades para a nossa vida, agora e sempre.

Om Gam Ganapataye namah – Daniel  Nodari Mahadev





História de Ganesha pelo mestre Acarya Maha Surya Pandit

31 08 2011

om gam ganapataye namah





ॐ O trishūla (त्रिशूल) de Shiva (por Daniel Nodari Mahādeva)

8 08 2011

Trishūla significa “três lanças”. É a arma simbólica usado por Shiva e possui várias representação dentro da cultura Hindu. É um instrumento para aniquilar as qualidades negativas e a ignorância existente no interior na mente humana. Representação: cada uma das pontas do trishūla representa a Guna Traya (as três qualidades da matéria ou da natureza): Rajas Guna (movimento, agitação), Tamas Guna (inércia, lassidão) e Sattva Guna (equilíbrio); representa as três condições do tempo: passado, presente e futuro; a Trimurti Hindu: Brahma (criação), Vishnu (conservação) e Shiva (destruição); e em Prána Máya Kosha (corpo energético) representa as três principais nádís dos Yogis: Ida Nádí, Sushunma Nádí e Pingala Nádí e também representa as três grandes forças internas de shaktí: vontade, ação e sabedoria. Deví Ma Durga, consorte de Shiva, é a deidade feminina que também aparece segurando um Trishūla em uma de suas mãos.

Om namah Shivaya –

Texto de Daniel Nodari Mahādeva – yogashamkara@gmail.com – (51) 9186.1617
YOGA EM CACHOEIRINHA / RS  https://yogashamkara.wordpress.com/




ॐ Shubha Labha

31 07 2011

Shubha Labha é uma palavra que normalmente aparece nas imagens de Ganesha e Lakshmi. Shubha significa “auspicioso” e Labha significa “lucro”. Sendo assim, o termo Shubha Labha está muito ligado ao comércio, negociantes, lojas etc. Os comerciantes também costumam escrever as duas palavras dentro de seus livros de contabilidade para que elas tragam bons lucros nos negócios.

Na tradição Hindu, Shubha e Labha são filhos de Ganesha com as suas duas esposas Riddhi e Siddhi. Ganesha, o Deus com cabeça de elefante não se achava bonito e por isso não conseguia se casar, o que mais entristecia ele é que ele sempre via os outros deuses conseguindo formar famílias e casamentos e ele por se achar feio não conseguia uma parceira para se casar e formar uma família.

Ganesha, portanto, se frustrou tanto com essa situação que pediu aos ratos que eles sempre abrissem buracos diante de qualquer procissão de casamento que acontecesse, o que tirava a elegância de qualquer casamento, pois os caminhos estavam sempre esburacados e deixando difícil o acesso aos locais de casamento. Os deuses vendo que isso era sempre um artifício utilizado por Ganesha foram até Brahma queixando-se para ele e pedindo que Brahma tomasse alguma providência.

Brahma para finalizar com a inveja de Ganesha criou duas belas moças chamadas Riddhi e Siddhi e ofereceu as duas moças para Ganesha para que ele se casasse com elas, assim ele teria não apenas um esposa, teria duas. Riddhi simboliza toda a riqueza material e Siddhi simboliza toda a riqueza intelectual e espiritual. Sarasvati abençoaria esse duplo matrimônio e os frutos desse casamento. Assim Ganesha tinha duas esposas que eram acima de tudo abençoadas por Brahma e Sarasvati. Após o casamento com Riddhi e Siddhi, Ganesha ordenou que os ratos parassem de esburacar os caminhos de todos os matrimônios, tornando assim o Senhor que remove os obstáculos e utilizando desde então um rato como vahana (veículo ou montaria). Ganesha teve dois filhos desse matrimonio com Riddhi e Siddhi, os filhos se chamam Subha (auspiciosidade) e Labha (fortuna). Por isso que essas duas palavras estão sempre ligadas aos comerciantes, pois assim estão buscando as benção de Ganesha, Brahma, Sarasvati e também Lakshmi Ma visando bons lucros nos negócios em geral.

Quando se reverencia Ganesha, o Senhor que remove os obstáculos, estamos reverenciando Brahma e Sarasvati, quando escrevemos ou falamos Shubha Labha estamos reverenciando a fortuna material, intelectual e espiritual oriunda de Brahma e Sarasvati. Além disso, a Deusa Lakshmi também é a deusa das fortunas, pois isso é muito comum vermos uma imagem que contenha Ganesha, Sarasvati e Lakshmi. O termo também é utilizado no sentido de trazer ou desejar boa sorte para alguém.

Subha Labha – Om Gam Ganapataye Namah – Daniel Nodari Mahadeva





Kali Gayatri Mantra

22 07 2011

Om Maha Kalyai Cha Vidmahee

Smasana Vasinyai dhimahee

Thanno Kali Prachodayath

Om, deixe me meditar sobre a grande Kali

Aquela que reside entre o oceano de vida e os campos de cremação

Ilumine a minha mente e conceda me as suas bênçãos.

Om Maha Kalyai Namah – Om Namah Shivaya – Om Tat Sat –

Daniel Nodari Mahadev






Radha Gayatri Mantra

22 07 2011

Om Vrishabhanujaye Vidhmahe
Krishna priyaya Dheemahe
Thanno Radha Prachodayath.
 

Om, deixe me meditar sobre a filha de Vrishabhanu,
Oh, querida por Krishna, conceda me o mais alto intelecto
e deixe Radha iluminar minha mente.

Om Radhaya Namah – om shanti shanti shantih –  Daniel Nodari Mahadeva